quarta-feira, julho 17

O sítio onde as coisas acabam

Há dias em que não apetece. Estar no sítio onde as coisas acabam, digo. Estar onde não há. Estar onde há não. No sítio onde há fim. Onde há nada. Há putrefacção, morte, doença, vírus, vacinas. Ausência futura de coisas. Ausência passada de pessoas. Viagens sem retorno. O sítio onde as coisas acabam, enfim, é um sítio onde não apetece estar. Onde não apetece ser.

segunda-feira, junho 24

Crimes

"O magrela de casaco azul chamava-se Carlos e praticamente nada falou sobre si; provavelmente cometia poemas secretamente."

Rubem Fonseca, em "Bufo & Spallanzani"

sexta-feira, janeiro 6

Visto de helicóptero


(...)
De qualquer mameira, de helicóptero, o desespero é mesmo tranquilo; o desespero e a tranquilidade parecem ser, aliás, a mesma coisa, quando vistos daqui.

Gonçalo M. Tavares em Short Movies

quinta-feira, janeiro 5

Balanço

Com quase 9 meses de atraso, fica aqui o balanço da minha lista de 101 coisas para fazer em 1001 dias...

101 Coisas para fazer em 1001 dias
(fim de prazo a 21 de Abril de 2011)

1. Ir a Barcelona (x2)
2. Visitar Oxford
3. Ter a minha casa (contigo)
4. Passar uns dias no Gerês
5. Passear com a Sofia
6. Levar a minha irmã ao Gerês
7. Levar a minha irmã a acampar
8. Andar de comboio com a minha irmã
9. Aprender uma língua nova
10. Comprar livros originais de autores de língua inglesa que gosto (3/3)
11. Ler García Marquez em castelhano
12. Escrever um conto para a Ficções
13. Concorrer a um concurso de literatura
14. Ler o resto da obra literária do García Marquez (4/10)
15. Ler o resto da obra literária do Lobo Antunes (3/17)
16. Ir ao teatro (7/20)
17. Ver concertos de música (8/10)
18. Ir à Festa da Alegria!
19. Voltar ao Avante!
20. Adoptar uma tartaruga na Costa Rica
21. Ajudar a minha irmã a escolher um curso na universidade
22. Fazer um tapete para a minha casa
23. Aprender a cozinhar um prato difícil de bacalhau no forno
24. Fazer um curso de estatística
25. Aprender programação (fui a algumas aulas)
26. Escrever um livro de contos
27. Vender um colar (x muitos)
28. Visitar a Joana e o Ricardo na Galiza
29. Ir a Amesterdão
30. Visitar um país fora da Europa
31. Ir à EuroDisney
32. Ir a Paris
33. Andar a cavalo
34. Voltar a fazer yoga
35. Aprender danças
36. Escrever regularmente nos blogs (38/100)
37. Alterar o meu cabelo
38. Jantar com o grupo de psi todos os meses (12/33)
39. Jantar com o grupo da ESAS (11/15)
40. Passear no interior alentejano
41. Voltar ao Algarve
42. Publicar 6 artigos científicos (1/6)
43. Terminar o doutoramento
44. Viver num país estrangeiro pelo menos dois meses
45. Jogar no euromilhões (10/10)
46. Fazer um puzzle
47. Ir a um festival de Verão
48. Tomar banho no mar
49. Plantar um girassol
50. Aprender a cozinhar qualquer coisa com o meu tomilho
51. Ver filmes portugueses (1/3)
52. Ver filmes brasileiros (1/3)
53. Ver um filme japonês
54. Organizar as minhas fotografias em álbuns reais
55. Oferecer fotografias nossas a 5 amigos (5/5)
56. Ir ao Andanças
57. Andar menos de carro
58. Ver Placebo ao vivo
59. Ver The Sopranos
60. Ler 50 livros (30/50)
61. Comprar o Dom Quixote com ilustrações de Dali
62. Comprar as actas do meu 1º congresso internacional
63. Completar a colecção de DVDs do Burton (2/8)
64. Ir a Grandes museus (4/5)
65. Escrever cartas aos amigos (10/10)
66. Acabar de ver o Baraka
67. Ser turista sozinha
68. Ir às Berlengas
69. Oferecer uma viagem aos meus pais
70. Ir ao cinema (22/30)
71. Jogar na Wii
72.Pôr à venda no miau os livros inúteis de psi
73. Ler o Guerra e Paz
74. Fazer donativos à UNICEF e Amnistia Internacional
75. Comer comida japonesa e tailandesa
76. Viajar de Barco
77. Ver baleias/golfinhos
78. Brincar na neve/andar de ski
79. Ir a uma festa formal
80. Usar tacão alto e não fazer cenas
81. Ir a Serralves
82. Ir ao Museu D. Diogo de Sousa
83. Ler um livro sobre história de Portugal
84. Fazer uma prova de vinhos
85. Ir a um sarau de ginástica da ESAS
86. Levar a minha afilhada ao cinema
87. Comprar um Sarah Kay para a minha afilhada
88. Comprar chapéus (15/15)
89. Fazer colares para oferecer (30/30)
90. Fazer Karaoke
91. Comprar botas de montanha
92. Ir ao museu da chapelaria em S. João da Madeira
93. Participar no concurso da National Geographic
94. Ganhar qualquer coisa num concurso qualquer
95. Passar pelo menos um dia inteiro com Helena/Leandra/Sílvia/Sofia/Rafa/Diana/Carla/Rita
96. Voltar a ir de férias sem destino e sem tempo determinado
97. Ir ao Festival de Músicas do Mundo a Sines
98. Fazer um curso de história da ciência (bem... assisti a uma conferência...)
99. Cozinhar para os amigos
100. Viajar com amigos
101. Voltar a brincar com legos

Extra:
102. Ver a aurora boreal
103. Ver cinema alemão
104. Ver o Leonard Cohen ao vivo


Cumpri 52 objectivos em 101, tenho mais 14 pontos parcialmente cumpridos e 3 items extra... Acho que não correu assim tão mal... mas é altura de pensar numa lista nova, para mais um período de 1001 dias :)

Dos items que sobram há alguns que vão transitar para a nova lista e já estão na agenda (como visitar a Sofia e passear com ela), outros de que vou ter que abdicar (como levar a minha irmã a acampar... bem que tentei mas não há forma de a convencer), outros que tenho adiado propositadamente (como acabar de ler os livros do García Marquez para os poupar para mais algum tempo) e outros que, por não dependerem só de mim são muito difíceis de cumprir (como os objectivos para jantares convívio)...

A garantia é que vou fazer uma lista melhor agora que já conheço o balanço desta!

sexta-feira, fevereiro 11

Palavras perdidas...

Será que não há assassinatos femininos?
Poderá ser esta a raiz do problema?

terça-feira, fevereiro 8

Palavras venenosas...

Mas ele não gosta de arsénico, com que veneno hei-de matar a personagem?

sexta-feira, janeiro 28

Full-time


Poeta das horas vagas?


Um poeta verdadeiro
use ou não use as palavras
é poeta a tempo inteiro.


Cláudio Lima, em Itinerâncias (Itinerarium IV)